Madrugada & CIA
Programação Normal
Profissionais da saúde esclarecem mitos sobre vacina contra a gripe

A campanha nacional de vacinação contra a gripe 2019 já está valendo há quase um mês. Apesar de bastante tradicional, as dúvidas sobre a segurança e eficácia do imunizante persistem para muita gente.

Os efeitos colaterais são um dos questionamentos mais comuns. Acredita-se que a vacina provoca gripes fortes e outras doenças. Mas a coordenadora do setor de epidemiologia de São João del-Rei, Eliene Freitas, alega que isso é um mito: “É o vírus morto, ela não causa a doença. Ainda previne  os vírus mais intensos, com sintomas mais fortes”, disse. Ou seja, quando a gripe chega logo após a vacina, significa que a pessoa já havia contraído o vírus.

O imunizante combate três subtipos da doença: H1N1, H3N2 e Influenza B. O secretário de saúde do município, José Marcos de Andrade, diz que a consequência de não se vacinar pode ser grave: “Ela leva à óbito, então temos que prevenir. A vacina é o bem e não o mal”.

Vale ressaltar que os vírus causadores da gripe sofrem mutações de maneira rápida, por isso a necessidade de se atualizar a vacina todos os anos. Especialistas complementam, ainda, que receber o imunizante é o método mais eficaz de se proteger.

A campanha de vacinação contra a gripe em São João del-Rei segue até 31 de maio, em todos os postos de saúde. É importante levar o cartão de vacina e um documento com foto.

Foto: Ilusterativa/Pixabay

NO AR | 96,9 FM
NO AR | 92,7 FM