Programação Normal
Experiência de Deus
São João del-Rei registrou 830 casos de dengue no primeiro semestre de 2019

Em São João del-Rei, o primeiro semestre de 2019 foi marcado pela alta incidência de casos notificados de doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti.

A Secretaria Municipal de Saúde registrou 830 casos de dengue, 31 para chikunguya e 2 para zica. Até o momento foram confirmados 192 casos de dengue e 1 de chikunguya.

A Secretaria descartou 80 casos de dengue e 8 casos de chikunguya, restando ainda 558 casos prováveis de dengue, 22 de chikunguya e 2 para zica.

As áreas de risco são Vila Santa Terezinha, Bom Pastor, Tijuco e Cohab. O Secretário Municipal de Endemias, José Ubirajara Júnior, explica que entre as ações do poder público no combate ao Aedes está a prática do Fumacê: “É feito para diminuir a quantidade do mosquito onde a pessoa vive e naquela região. Fazemos justamente um bloqueio na área onde a pessoa está com a suspeita”, disse.

Mesmo com ações do poder público, a população precisa ficar atenta a possíveis focos do Aedes aegypti, isso porque todo recipiente com agua limpa parada serve de criadouro para o mosquito.

A situação é de alerta para todo o estado de Minas Gerais que, em 2019, registrou 98 mortes por dengue e está investigando outras 137.

Foto: Reprodução

NO AR | 96,9 FM
NO AR | 92,7 FM